Oficinas em Ilhéus


OFICINA
CRÍTICA-ETC E OUTRAS POSSIBILIDADE DE LER/VER UMA OBRA
Carlinhos Santos 
Caxias do Sul/RS
04 e 05/11 09h às 13h
Academia de Letras de Ilhéus

“Quando um artista é artista em tempo integral, nós o chamaremos de ‘artista-artista’; quando o artista questiona a natureza e a função de seu papel como artista, escreveremos ‘artista-etc.’ “ (Ricardo Basbaum). Partindo do conceito de artista-etc, a proposta desse encontro é problematizar a ideia de crítica em artes cênicas entre artistas e demais interessados, promovendo cruzamentos entre o pensamento de quem produz uma obra cênica, com reflexões sobre estas produções feitas por estes interlocutores. A meta é estabelecer um diálogo entre as instâncias dos processos de criações visíveis na cena, suas confluências e reverberações, na busca de uma leitura plural, abrangente e multireferencial destas criações. 

Carlinhos Santos é formado em História pela Universidade de Passo Fundo e em Comunicação Social – Jornalismo, pela Unisinos. Tem especialização em Corpo e Cultura – Ensino e Criação e mestrado em Educação, pela Universidade de Caxias do Sul. Trabalhou como jornalista em diversos veículos e atua como crítico de dança em festivais e mostras no Brasil. Também foi coordenador da Unidade de Dança da Secretaria Municipal de Cultura de Caxias do Sul.



OFICINA
DANÇAS POPULARES, BRINQUEDO DE GENTE GRANDE: Culturas Populares, Indígenas e Afro-brasileiras nos caminhos da Dança – Educação
Denny Neves
04 e 05/11 14h às 18h
Arrisca Cia de Dança

Esta oficina tem como objetivo realizar uma imersão no estudo de movimentos, estéticas, poéticas, cantos e ritmos de danças provenientes das manifestações da cultura popular da Bahia, com ênfase nas cultuas populares, indígenas e afro-brasileiras. Busca apresenta conexões entre estudos tradicionais e contemporâneos em dança, com referência às culturas que se desenvolveram entre os movimentos transatlânticos e diaspóricos em conexão com as danças das culturas indígenas e em processos criativos, estudos do corpo e produção de saberes por meio de estudos que contemplem o conceito de Artes Integradas. Propõe criação e investigação de sonoridades, cantos e contos provenientes dessas manifestações, bem como confecção de objetos e adereços artísticos com fins artísticos e pedagógicos para arte e educação com a utilização de materiais recicláveis.

 

Denny Neves é Mestre em Dança no PPGDANÇA – Programa de pós-graduação em Dança, UFBA – Universidade Federal da Bahia . Doutorando em Culturas Populares pelo PPGDANCA – Programa de Pós-graduação da Escola de Dança da UFBA – Universidade Federal da Bahia. Atua como Professor de danças das culturas Indígenas, repertórios populares e afro-brasileiras na Escola de Dança da UFBA. Atua na área de construção de currículos multirreferenciais com ênfase na inclusão das linguagens artísticas para o ensino fundamental, médio e superior pelo Núcleo Docente Estruturante da Escola de Dança (NDE – UFBA). É diretor artístico e produtor do Movimento Cultural GERAIS – Revitalização Cultural e Sociambientalismo em Andaraí, Chapada Diamantina – BA. É proponente e pesquisador do GIRA – Grupo de Pesquisa em Danças das Culturas Indígenas, Repertórios Populares e Afro-brasileiras – UFBA, (CNPq) e integrante do UMBIGADA – Grupo de Pesquisa em Dança, Cultura e Contemporaneidade – UFBA.

Faça sua inscrição abaixo para participar da oficina: